Por Francisco Galiza

No mês de setembro, no 18º CONEC (Congresso Estadual dos Corretores de Seguros), em São Paulo, o SINCOR-SP lançou o estudo Mercado de seguros em 15 tópicos, reunindo algumas estatísticas do mercado de seguros. O levantamento traz diversos dados, como faturamento por ramos, grupos seguradores, distribuição geográfica do seguro, além de informações sobre a corretagem de seguros no País. A seguir, alguns desses apontamentos:

  • Considerando somente os produtos típicos de seguros que são vendidos diretamente pelas seguradoras, o faturamento em 2017 foi de R$ 144 bilhões, com variação de 9% em relação aos dados de 2016.
  • Os três principais seguros do setor (Automóvel com DPVAT, Pessoas e Saúde) têm, aproximadamente, de 26% a 27% da receita de prêmios, cada um.
  • O mercado de seguros no Brasil conta com quase 60 grupos seguradores.
  • Atualmente, 17 milhões de veículos e 10 milhões de residências possuem seguro. Além disso, 17 milhões de pessoas (físicas e jurídicas) contam com títulos de capitalização.
  • A região Sudeste tem 61% do faturamento do setor, seguida da Sul, com 18% do total.
  • Na média, 56% de todos os prêmios gerados pelas corretoras de seguros no Brasil vêm do seguro automóvel, enquanto que 14% vêm de ramos elementares (RE), 12% são oriundos do ramo vida, 9% são provenientes do ramo saúde e 9% dos demais ramos.
  • Em média, a receita de seguros nos segundos semestres é 8% a 12% dos valores obtidos nos primeiros semestres, em cada ano.
  • A indústria automobilística, um setor fundamental para o mercado de seguros, passa por grandes transformações. Quatro tendências principais: Veículo sem motorista, Mobilidade compartilhada, Conectividade e Carros elétricos.
  • Em 2015, as mulheres representavam 56% do total de colaboradores das seguradoras brasileiras.

Uma ótima dica de leitura para entender melhor o nosso mercado. Leia o estudo completo aqui, e sucesso!

*Francisco Galiza é sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br), mestre em Economia (FGV), membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência) e professor do MBA-Seguro e Resseguro (Funenseg).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário.
Por favor, insira o seu nome

O seu comentário será publicação após moderação.