Há três meses, em artigo anterior publicado nesta mesma seção (Um perfil digital das corretoras de seguros), avaliamos a situação dos corretores na era digital. Por exemplo, a presença nas redes sociais, a utilização de ferramentas tecnológicas, o uso de softwares de gestão, entre outros temas.

Agora, voltamos a esse tema, só que do ponto de vista do consumidor. Para isso, tomamos como referência o estudo “Pesquisa Conversion do Consumidor Digital 2017“. Aqui, tentando responder quem é esse tipo de cliente no Brasil. O público alvo da pesquisa foi de brasileiros que já fizeram ao menos uma compra online na vida. A seguir, algumas das conclusões obtidas:

1. 52% dos consumidores digitais são mulheres. Homens compram mais nas categorias eletrônicos, telefonia e celulares; e produtos de informática. Mulheres compram mais produtos de moda e acessórios; telefonia e celulares; cosméticos, perfumaria e bem-estar.

2. 51% das compras são realizadas na região Sudeste. Região Norte é a que compra com menor freqüência.

3. 68% dos consumidores têm de 25 a 49 anos. As classes C, D e E representam 73% dos consumidores.

4. O consumidor digital é escolarizado. Mais da metade dos consumidores digitais têm ensino superior, sendo que 14% do público total têm pós-graduação.

5. 71% dos consumidores acessam o Facebook diariamente, apenas 3% nunca acessam a rede social.

6. 28% dos consumidores fazem, em média, mais de uma compra na internet por mês. Metade dos consumidores fez pelo menos quatro compras nos últimos seis meses.

7. 16% das pessoas costumam fazer pedidos acima de R$ 600 no e-commerce. 34% das pessoas têm gasto de R$ 151 a R$ 300 em cada compra realizada pela internet. Cartão de crédito parcelado é o meio de pagamento preferido por 63% dos brasileiros.

8. 74% dos consumidores já realizaram compras por celular ou tablet.

9. 78% gostam de pesquisar no Google ao comprar algum produto.

10. As principais vantagens de comprar pela internet são a comodidade e a economia de dinheiro. Para 91%, o preço no e-commerce é melhor que nas lojas físicas. 78% dos consumidores consideram seguro comprar online.

11. 80% dos consumidores digitais valorizam boas fotos e ficha técnica em uma página de produto. 61% dos consumidores sempre fazem compras com planejamento; apenas 4% compram por impulso.

São muitos dados e números na pesquisa original, talvez valha a pena uma olhada detalhada. De qualquer maneira, essas informações aqui já são interessantes para que os corretores de seguros possam alinhar melhor a estratégia de negócios. Sucesso!

 

*Francisco Galiza é sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br), mestre em Economia (FGV), membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência) e professor do MBA-Seguro e Resseguro (Funenseg).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário.
Por favor, insira o seu nome

O seu comentário será publicação após moderação.