Cada vez mais se empreende no Brasil. Seja pela incerteza econômica ou pela busca da realização pessoal, muita gente está investindo no negócio próprio e isso significa uma ótima oportunidade para vender seguros empresariais. Veja essas dicas que o Conexão Liberty traz sobre como abordar os clientes desse segmento:

Fale a língua do empreendedor
Não estamos negociando nem com uma grande empresa, nem com uma pessoa física que orça um Seguro Auto ou Vida. No segmento de Comércio e Serviços encontramos pessoas como você, que estão tocando seus próprios negócios e que querem se sentir seguros nas suas decisões. Mostre a elas que custa pouco fazer um seguro e que ele é essencial quando estamos falando do negócio que sustenta toda a família.

Argumente: coberturas como o de Despesas Extras do Liberty Pet Shop inclui salários temporários para funcionários que precisam ficar afastados por mais de 15 dias por doença ou acidente. Um imprevisto que não precisa morder o orçamento da empresa!

Protegendo um sonho
O aspecto racional sobre as vantagens de se ter um seguro sempre conta. Mas é o emocional que influencia de verdade o seu possível cliente. Um seguro protege um sonho. Por um valor menor do que ele imagina.

Argumente: seu cliente investiu muito para que o negócio tivesse a cara e os equipamentos que tem hoje. Já pensou se um incêndio leva tudo de uma hora para outra? Quem tem um Liberty Restaurantes e Bares com cobertura de incêndio, por exemplo, sabe que terá apoio para se reerguer.

Planejamento é tudo
Empreender é lidar como uma rotina de negociações e planejamento. E é provável que o cliente queira saber onde o investimento em seguro se encaixaria nos planos e orçamento dele. Se puder, apresente dados que justifiquem a importância de um seguro no começo de um negócio.

Argumente: as coberturas de Comércio e Serviços são muito específicas e levam em conta as particularidades de cada negócio. No Liberty Salões de Cabeleireiros, por exemplo, há coberturas que cobrem riscos de queimaduras por secador de cabelos, alergia a colorações e acidentes com veículos em seu estacionamento.

Custo-benefício
Quem tem um negócio próprio está, muitas vezes, trabalhando com um orçamento apertado. São pessoas que precisam investir em materiais, escritório, impostos e tantas outras coisas para manter o fôlego da empresa enquanto o lucro não vem.

Argumente: compare o valor dos produtos que o seu cliente vende às parcelas mensais do seguro. O Liberty Cafeterias e Docerias, por exemplo pode custar não mais do que alguns poucos cafezinhos ao mês.

Não subestime o cliente
Montar um negócio significa estar em contato constante com fornecedores e outros empreendedores. Isso quer dizer que seu cliente sabe identificar quando está (ou não) diante de um bom negócio. Seja claro e transparente. Investir em um relacionamento de confiança faz toda a diferença a longo prazo.

Argumente: o dono de uma farmácia sabe que está sujeito a riscos bem específicos ligados à saúde. Com ele você deve abordar aspectos bem práticos do seguro como a responsabilidade civil em caso de danos causados por erros de receita médica, aplicação  de curativo ou injeção. Todas coberturas exclusivas do Liberty Farmácias.

Pense em como você gostaria de ser atendido
Todos nós somos clientes também. Coloque-se no lugar do empreendedor e se antecipe às suas dúvidas. O que você perguntaria se estivesse no lugar dele? O que é importante para você?

Argumente: todo mundo já foi hóspede de um hotel ou pousada. Por mais que todos se esforcem para atender bem, imprevistos acontecem. O Liberty Hotéis e Pousadas, por exemplo, oferece coberturas que cobrem roubos de bens dos hóspedes, deterioração de mercadorias do frigorífico, responsabilidade civil de hospedagem, entre outras.

Negócios diferentes: estratégias diferentes
Cada empreendedor e negócio demanda uma mensagem e uma abordagem diferente. Mapeie a sua região, separe os segmentos que quer atender e prepare boas razões, racionais e emocionais para apresentar a cada um desses empreendedores.

Argumente: o maior bem de uma escola ou creche não é o patrimônio físico mas sim os alunos e a confiança dos pais. Mostre como o Liberty Escolas foi desenhado para ranquilizar a todos com coberturas de responsabilidade civil, veículos em estacionamentos da escola, além de serviços diferenciados como gerador, auxílio nutricional e conserto de eletrodomésticos, inclusive bebedouros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário.
Por favor, insira o seu nome

O seu comentário será publicação após moderação.